quarta-feira, 5 de setembro de 2012

LEMBRANÇAS....

A primeira coisa que falei quando te vi pela primeira vez, foi: "Nem acredito que é minha!" Falei isso porque te achei linda. Uma boneca de louça branquinha com a boca carnuda bem vermelha, olhos pretos esticados... sei que mãe é meio suspeita, mas você era mais linda do que eu podia imaginar!

 
Não lembro direito da primeira vez que peguei você no colo, mas lembro de ter pensado: Sabia que iria conseguir carregar você" (é que eu nunca tive jeito com recém nascidos...).
 
Vovó ficou com a gente na primeira noite no hospital, e nossa... você não deixou a gente dormir!! Chorou a noite inteira!!! Só queria mamar, mamar e mamar... quando finalmente dormia, fazia cocô e a gente tinha que te trocar e advinha? Você acordava!!! Desesperamos, brigamos (eu e vovó). Ela enchia você de pano e eu achava que era calor.. rsrsrs. Sei que só conseguimos descansar as cinco da manhã. Os dois dias lá foram assim, e eu já tava me preparando pra nunca mais dormir na vida!!
 
 
Quando chegamos em casa, vovó ainda ficou com a gente. E a gente foi montando um esquema pra cuidar de você, um esquema que foi dando certo e a gente foi se conhecendo... Lembro da depressão que senti nos primeiros dias, na dor nos peitos (que empedraram), de querer desistir de amamentar, do cansaço, da não vida, lembro de me olhar no espelho e me odiar, me achar gorda, feia. lembro da dor da cesária, lembro da insegurança que sentia quando seu pai saia de casa...
 
Mas lembro de não conseguir parar de olhar pra você. Minha boneca. Lembro de uma força que sentia, uma certeza de que eu tinha nascido pra você, pra ser sua mãe! Nunca duvidei que seria a melhor pra você, que mudaria minha vida pra ser o que você precisa!
 
 
 
Hoje você já ta com quatro meses, nossa! Uma moça!! rs. você me olha e sorri. Um olhar apaixonado de quem retribui amor. Você já faz birra, fica chata quando está com sono, mas já dorme a noite toda. Já está comendo frutinhas e sucos. Já separei uma caixa de roupas que não te servem mais. Já coça a gengiva, já reconhece as pessoas, já atende quando chamamos o seu nome, já perdeu cabelos, já vira sozinha, já quase senta sozinha, é curiosa demais, basta entrar em algum lugar novo que você fica olhando tuuudooo, as vezes nem sabe pra onde olhar!!!
 
 
 
Fico me perguntando como você vai ser. Se será calminha ou danada. Manhosa ou tinhosa. Será boa nos estudos ou preguiçosa? Vai gostar de ler ou será da internete? Como será a sua voz? Vai gostar de rosa ou será do tipo despojada? Você vai me ter como amiga, ou serei "só" mãe?
 
Anciosa pra ficar perto de você todos os segundos dos meus dias e implorando a Deus pra me dar saúde e força pra te ver crescer cada centímetro, ver cada desenvolvimento seu. Nada mais importa, só ver você crescendo e meu coração aumentando pra caber todo esse amor que cresce junto com você. Te amo!
 
 
 

3 comentários:

Lu disse...

Aline,

Que lindo, fiquei emocionada com seu post!

Isadora é uma princesa, parabéns, beijão!

cherry su disse...

I love this article since it is one of those which truly convey useful ideas.I totally agree with you on the point of pearl gift. This is a nice article for sure.It has been long before I can find some useful articles. Your views truly open my mind.If you get a chance pop up by my page, maybe you would like pearl bracelets.You can visit our black pearl pendant. our drop pearl earrings have good quality.

Sara disse...

Nada mais bonito do que os meninos recém-nascidos. É uma das experiências mais belas da vida, então eu acho que as mulheres grávidas devem ter acesso a todos os tipos constantemente tratamentos, como radiologia e diagnóstico por imagem